Design
Direção de arte
Ilustração
outside bureau
São Paulo > Brasil
contato > bluesky@uiip.com.br
skype > uiipbluesky
> Voltar
> Áudio - MP3
Flickr

+ Do que um manual
Mesmo em desuso, o manual de aplicação é um registro importante do DNA da marca


A construção de uma marca é o resultado do trabalho de uma grande equipe formada por marqueteiros, publicitários, jornalistas, designers, formadores de opinião, diretores, mídia especializada, consultores, clientes e mais uma infinidade de palpiteiros de plantão cheios de ideias incríveis. O saldo só é positivo porque a maioria deste contingente segue a mesma diretriz: construir uma boa imagem corporativa.
O conhecimento acumulado no trato da exposição da marca é na prática, passado de forma verbal dentro do ambiente de trabalho em meio aos infinitos desafios do dia a dia. A maioria desses profissionais assimilam as características da marca através de um tipo de sensibilidade inerente a todos que praticam a observação e a criatividade, porém, o “telefone sem fio” funciona até certo ponto porque uma parcela importante destes profissionais trabalham melhor seguindo regras.
Essa é a função dos manuais de aplicação de marca que podem ou não vir acompanhados de um manual de estilo. O DNA da marca começa lá traz, quando alguém encomenda para outro alguém um símbolo que representará sua empresa e passa-lhe um briefing. É o registro desse começo (ou recomeço) que garante o tão almejado padrão. Sem ele não há continuidade; homogeneidade. E não disponibilizá-lo para a consulta é permitir que o achismo tome conta, que a essência da marca seja recriada a cada peça publicitária. É a soma dos impactos a responsável por justificar (e muito) os investimentos em comunicação. Manter as cores corretas, a proporção, a tipologia, as soluções de aplicação para os diversos meios de produção, usar os argumentos e as palavras adequadas são determinantes para o reconhecimento da marca e sua fixação junto ao seu público consumidor.
_______________________________________________________________

Texto e ilustração - Ulisses Saravalle
© Uiip. Todos os direitos reservados