Design
Direção de arte
Ilustração
outside bureau
São Paulo > Brasil
contato > bluesky@uiip.com.br
skype > uiipbluesky
> Voltar
> Áudio - MP3
Flickr

Vale quanto pesa
A psicologia básica é a ciência por traz de um símbolo que não sai da sua cabeça


Um dos objetivos da comunicação comercial, seja qual for à linguagem da vez, é ser marcante ao ponto de criar uma “cicatriz permanente” na memória do receptor. Basicamente temos três hierarquias de memória - a imediata, a de curto prazo e a de longo prazo – e o que determina qual registro será memorável ou descartado é o tipo da informação e a importância que ele terá para você. É o nosso cérebro, em uma atividade frenética e silenciosa, que classifica o que é mais ou menos importante.
Acontecimentos e nomes são armazenados na memória de longo prazo e é aí que profissionais de comunicação se concentram no uso da psicologia básica.
Curiosa, Psicologia descobriu que coisas – boas ou ruins - que mexem com nossas emoções permanecem por mais tempo em nossa memória.
Uma das teorias que estuda o processo pelo qual o nosso cérebro classifica o que os olhos veem como sendo bom ou ruim, é conhecida como Gestalt ou psicologia da forma. A Gestalt mostrou que nosso cérebro tem inclinações para sentir-se bem com formas que lhe parecem mais agradáveis e não por coincidência estas formas possuem qualidades como simetria, equilíbrio, simplicidade ou mais meia dúzia de características que dão enorme vantagem para marcas e produtos que buscam a aceitação na percepção dos seus consumidores.
Impactar o consumidor com uma comunicação bem construída (nomes, logotipos, embalagens, propagandas criativas) é facilitar o trabalho do cérebro na classificação daquilo que ficará por um bom tempo na memória ou será esquecido rapidamente. A prática comprova que quem investe com seriedade em design e propaganda obtêm bons índices em pesquisas Top Of Mind.

_______________________________________________________________

Texto e ilustração - Ulisses Saravalle
© Uiip. Todos os direitos reservados